Bayer anuncia vencedores de prêmio de 30 mil euros para jovens cientistas

10/01/2014

 

Valor é dividido em três categorias: biologia, química e materiais

 

Foram anunciados os vencedores do Bayer Early Excellence in Science Award 2013. Os prêmios, cada um com valor de 10 mil euros, foram concedidos por um comitê científico independente da Fundação Bayer Science & Education. Esta é quinta edição da premiação que visa jovens cientistas no início de sua carreira científica.

"A excelência em ciência e pesquisa desempenham um papel fundamental para a inovação da Bayer. Estou muito satisfeito que estes prêmios tenham nos dado a oportunidade de apoiar e motivar os melhores talentos dentro da ciência", disse o Prof. Dr. Wolfgang Plischke, membro do Conselho Administrativo da Bayer AG, responsável por Inovação, Tecnologia e Sustentabilidade, e membro da diretoria da fundação. "A estratégia em inovação da Bayer tem uma longa história de troca e parceria com a academia. A promoção dos próximos cientistas é um elemento importante em nosso programa. Este prévio diálogo dá oportunidades de parcerias estratégicas e, portanto, é um elemento chave para o futuro sucesso no que diz respeito à pesquisa industrial", afirmou Plischke.

Este prêmio internacional foi apresentado pela primeira vez em 2009. Ele dividido em três categorias: biologia, química e materiais. Esta seleção é realizada com base na originalidade e qualidade da pesquisa dos candidatos, e o significado deste trabalho para a respectiva categoria premiada.

 

Química Sintética: Novas moléculas abrem caminho para materiais, produtos agroquímicos e farmacêuticos inovadores

A Dra. Abigail Doyle recebeu treinamento em química orgânica na Universidade de Harvard e Stanford antes de começar sua carreira independente como Professora Assistente na Universidade de Princeton, em 2008. Em Princeton, ela foi designada a um programa de pesquisa na interface entre síntese orgânica, catálise organometálica e química orgânica física. Seu grupo de pesquisa foi pioneiro em métodos eficientes e suaves para a incorporação do flúor em moléculas orgânicas e acoplamento com parceiros de reação não convencionais, através da catálise de metal de transição.

O flúor é extremamente importante para muitos ingredientes ativos usados na medicina e na proteção das culturas, mas geralmente é difícil de ser introduzido. Suas descobertas permitiram a reposição dos que são normalmente severos e, portanto, com reações limitadas. Este novo espectro de métodos proporciona uma síntese rápida e eficiente das moléculas com propriedades únicas e, até agora, desconhecidas. Esta notável realização abriu caminho para novas rotas inovadoras a moléculas de interesse, ambas em pesquisa de materiais e ciências da vida.

 

Biologia de Sistemas: Exploração das redes de gene para a saúde de plantas, animais e seres humanos

O Dr. Steven Spoel é um diretor de investigação e um Pesquisador Bolsista da Royal Society University no Instituto de Ciências de Planta Molecular na Universidade de Edimburgo, no Reino Unido. O maior objetivo de sua pesquisa é compreender como células vivas traduzem os sinais do ambiente em alterações na expressão dos genes. Qualquer organismo vivo é atacado constantemente por patogênicos bióticos (vírus, bactérias, fungos), mas também por fatores abióticos de origem química ou física (raio UV, calor ou frio). A biologia de sistemas é a maneira de compreender a complexidade e a interatividade de milhares de genes em um organismo.

Em reação para sinais do ambiente, certos grupos de genes são "ligados" ou "desligados" de maneira coordenada para redirecionar caminhos metabólicos e bioquímicos, assegurando a sobrevivência das células individuais e de todos os organismos. Spoel mostrou que essas mudanças são controladas por ativadores de gene cuja estabilidade e atividade são altamente controladas por mecanismos moleculares que podem ser conservados a partir de plantas a animais e seres humanos. Compreender os mecanismos moleculares básicos da expressão coordenada de gene pode oferecer soluções para tratamento de câncer, além da estabilização do desempenho da cultura nas variações de condições do ambiente.

 

Engenharia Inspirada Biologicamente: "Supermateriais" que irão moldar o futuro da produção

O Dr. Javier Fernandez é Ph.D. em Nanobiotecnologia pelo Instituto de Bioengenharia da Catalunha na Universidade de Barcelona. Ele assumiu a posição de pós-doutorado no Instituto Massachusetts de Tecnologia (MIT), onde desenvolveu a tecnologia "Microalvenaria", em que células contidas em cubos de polímero estão conectadas para formarem um complexo de estruturas tridimensionais para ser usado em medicina regenerativa.

No Instituto Wyss para Engenharia Inspirada Biologicamente na Universidade de Harvard, Fernandez criou um novo material chamado "Shrilk", que replica a versatilidade, resistência e força excepcional de uma das substâncias mais extraordinárias da natureza, a cutícula de inseto. O material é composto por proteína fibroína da seda e quitina, que é o segundo componente com mais abundância na terra, e é normalmente extraído do descarte da casca do camarão.

O Shrilk tem a semelhança da força e da resistência de uma liga de alumínio, mas com a metade do peso. Ele é biodegradável, facilmente moldado em formas complexas e pode ser produzido a baixos custos. Devido às suas características, o Shrilk pode ser usado em várias aplicações, inclusive na embalagem que se degrada rapidamente, ou como material biocompatível, excepcionalmente forte, em esqueletos para regeneração de tecidos.

Os prêmios foram concedidos pela Fundação Bayer Science & Education. Os primeiros objetivos da fundação são o reconhecimento das excepcionais realizações de pesquisa, a promoção dos cientistas talentosos e dar apoio aos importantes projetos de ciências da escola. Em termos de conteúdo, as atividades de patrocínio têm foco em tecnologia, ciências naturais e medicina. Há muitos anos a fundação honra o trabalho excepcional de pesquisa com os Prêmios Hansen Family e Otto Bayer, em anos alternados, cada um com a bolsa no valor de 75 mil euros. Desde 2008, a fundação também vem realizando o Prêmio Clima Bayer, no valor de 50 mil euros, que é concedido a trabalhos excepcionais no campo interdisciplinar de clima e pesquisa de impacto no clima. O Prêmio de Pesquisa de Trombose Bayer é realizado a cada dois anos com prêmio no valor de 30 mil euros. Ele é dedicado ao trabalho de pesquisa clínica e básica, promovendo diagnósticos, prevenção e terapia das doenças tromboembólicas e cardiovasculares.



L.BR.MKT.05.2018.10204

Este conteúdo foi útil?


Sim
Não
  • Obrigado
  • Sim
  • Não

BUSCA

SAC Fale com um de nossos atendentes

http://consumerhealth.bayer.com.br/pt/imprensa/noticias-geral/noticias.php?codNoticia=bayer-anuncia-vencedores-de-premio-de-30-mil-euros-para-jovens-cientistas

Copyright © Bayer AG